Thursday, November 19, 2009

Outro álbum


 
 
 
 


Estou de férias do jornal. Mas começando outro álbum. Agora com o Wander Antunes que acabou de fazer "Toute La poussière du Chemin" para a editora Dupuis, com o excelente desenhista espanhol Jaime Martin. É isso. Vamos nessa! 

Saturday, November 07, 2009

Dédicace Last Bullets dans FIQ



Hoje chegou em minha casa uma carta do amigo Rosemário, um cara super legal que faz uma revista chamada Camiño di Rato. Na carta, além da última publicação que ele editou, "Casa dos Robôs", resultado de uma oficina com alunos de Araguari, veio um DVD com muitas imagens de fotos e vídeos do último FIQ, festival internacional de quadrinhos que aconteceu aqui em Belo Horizonte em outubro de 2009. Esse vídeo que mostro aqui ele fez quando eu autografava o livro Last Bullets .O vídeo está um pouco escuro, porque o local que eu desenhei foi realmente improvisado. Sorte ter levado minhas aquarelas e pincéis. Mas eu decidi publicar o video pela raridade. É que é que não há como comprar o livro aqui no Brasil, só na Europa. E esse, autografado para o Raphael Salimena, um quadrinista de Juiz de Fora, foi o último dos 20 que a Casterman me enviou da França. Foi uma pena não ter mais livros porque muita, mas muita gente mesmo queria um exemplar com autógrafo. Acho que quem quiser o livro só mesmo importando através da Amazom.fr ou outro site de compras. Se alguém for mais corajoso ainda, pode me enviar o livro que eu autografo e mando de volta.


Aujourd'hui arrivée à la ma maison une lettre de l'ami Rosemário. Il fait un livre de bd appelé Camiño di Rato. Dans la lettre, outre la dernière publication " Casa dos Robôs" que il a édité résultat d'un atelier avec des élèves d'Araguari, venait un DVD avec beaucoup d'images de photos et vidéos de dernière FIQ, le festival international de bande dessinée qui sont arrivées ici à Belo Horizonte en octobre 2009. Cet vidéo que je le montre ici a fait quand je dédicaçais le livre Last Bullets. Le vidéo est un peu foncé, parce que le lieu que j'ai dessiné réellement a été improvisé. Chance avoir pris mes aquarelles et brosses. Mais j'ai décidé de publier la vidéo par la rareté. C'est que c'est que n'a pas comment achètera le livre ici au Brésil, seulement en Europe
 Et celui-là, dédicacé pour le Raphael Salimena, une dessinateur superbe que habite a Juiz de Fora, Minas Gerais, a été dernier des 20 que la Casterman m'a envoyée de la France. Je susi desolé de ne pas avoir plus livres parce que beaucoup, mais beaucoup de gens même voulaient un exemplaire avec dedicace. Je trouve que qui voudra le livre seulement même en important à travers Amazom.fr ou autre site d'achats. Si quelqu'un est plus courageux encore, il peut m'envoyer le livre que je dédicace et je envoyée de retour.




















Saturday, October 03, 2009

3 Reis Magos

 
 
 
 
 
As Estrelas, livro para a editora Paulinas, num belo texto do António Torrado sobre os 3 Reis Magos.

Wednesday, August 12, 2009

Carnaval para a Argentina


Capa do livro "Un día de Carnaval" da escritora María Rosa de Miranda Coutinho, para a coleção Los Niños del MERCOSUR da editora Comunicarte de Córdoba, Argentina.

Monday, July 20, 2009

Mais Bartolomeu





Ilustrações para mais um livro do grande Bartolomeu Campos de Queirós, publicado pela Global Editora

Saturday, July 18, 2009

Mestre Maurício de Souza 50 anos



Há 50 anos Maurício de Souza começou a publicar suas tirinhas no jornal Folha da Manhã. São 50 artistas prestando sua devida homenagem. Aqui estão 2 das 4 páginas do meu agradecimento.

Wednesday, July 08, 2009

Boa terra



Em uma das minhas publicações aqui nesse blog eu escrevi que iria transformar minhas aquarelas em tijolos e cimento para construir minha casa. Escrevi também que iria plantar muitas árvores. As árvores eu já encontrei plantadas no terreno da minha futura casa/ateliê. São 4 pés de Jatobá, 1 de pequi e outras que ainda estou pesquisando a origem. Além disso já temos lá abacaxi e mandioca (na seta). Agora faltam a casa, minha esposa cuidando da horta, minha filha subindo no pé de Jatobá, as galinhas e o cachorro.

Dans une de mes publications ici dans celui-là blog j'ai écrit que j'irais transformer mes aquarelles dans des briques et ciment pour construire ma maison. J'ai écrit aussi qui irait planter beaucoup d'arbres. Les arbres j'ai déjà trouvé planté dans le terrain de ma future maison/ateliê. Ce sont 4 pieds de Jatobá, 1 de Pequi et autres que encore je cherche l'origine. En outre déjà nous avons là ananas et manioc (dans la flèche). Ils maintenant manquent maison, ma femme en soignant du potager, ma fille en montant dans le pied de Jatobá, poules et de chien.

In one of my publications in this blog I wrote here that I would go to transform my watercolors into bricks and cement to construct my house. I also wrote that it would go to plant many trees. The trees I already found in the land of my future house/ateliê planted. They are 4 feet of Jatobá, 1 of Pequi and others that still I am searching the origin. Moreover already we have pineapple and cassava there (in the arrow) Now they lack the house, my wife taking care of of vegetable garden, my son going up in the foot of Jatobá, the hens and the dog.

Saturday, July 04, 2009

computador



Teste de cor no computador. Ah, mas como é bom fazer preto e branco em tinta nanquim depois de muitos anos

Essai de couleur dans l'ordinateur. Ah, mais comme c'est bon de faire noire et blanc dans encre de chine après beaucoup d'années

Tuesday, June 16, 2009

Chegou!





Chegou ontem em minha casa Last Bullets. O livro ficou muito bonito. Um acabamento impecável. Eu espero que todos gostem. Aprendi muito nessas 116 páginas que foram produzidas em 16 meses de muito trabalho mas com muito prazer. Antoine Ozanam é sem dúvida um grande escritor e foi uma honra trabalhar como ele. Agradeço também ao Didier Borg pela confiança e toda a equipe KSTR/Casterman.
Agradeço todas as críticas que vão me ajudar muito nos próximos trabalhos. Agradeço também todas pessoas que deixaram suas mensagens nesse blog de incentivo durante a produção do livro.


Il est arrivé hier à ma maison Last Bullets. Le livre a été très joli. Une finition impeccable. J'attends que tous aiment. J'ai appris beaucoup de dans celui-là 116 pages qui ont été produites dans 16 mois très de travail mais avec beaucoup de plaisir. Antoine Ozanam est sans aucun doute un grand auteur et a été un honneur de travailler comme lui. Je remercie aussi au Didier Borg par la confiance et toute l'équipe KSTR/Casterman. Je remercie à toutes les critiques qui vont me aider beaucoup de dans les proches travaux. Je remercie aussi toutes personnes qui ont laissé leurs messages dans celui-là blog d'incitation pendant la production du livre.

Wednesday, May 13, 2009

O médico dos escravos

Eu Escrevi alguns textos para meu livro Cidades do Ouro. Esse primeiro é o "Médico dos Escravos" e está na parte do livro dedicada a Ouro Preto.

I Wrote some texts for my book Cities of the Gold. This first one is the "Doctor of the Slaves"


O médico dos escravos

– Chicôo! Ô, Chicôo…
– Que é, menino, tá doido? Se o feitor te pega aqui de conversê…
– Chicôo, tô que não me aguento, Chicôo…
– Que foi?
– Meu dente, Chicôo. Tá doendo por demais, menino…
– Mas numa hora dessas, Calú?!
– E tem hora para essa porcaria doer, tem, tem?!
– Ara! Deixa eu ver isso. Vem aqui pro rumo da lamparina, vem…
– O que tem aí, Chicôo?
– Seu dente tá bom e é demais. Tá branquim, branquim.
– Mas pru mode de quê ele tá doendo, Chicôo?
– E eu vou lá saber, menino. Sou escaravo, não sou médico, alembra?
– Ai, Chicôo, e agora… esse trem não pára de doer…
– Porque você não vai no doutor Luiz Gomes Ferreira?
– Quem?
– Doutor Luiz Gomes. Sabe quem é não?
– Sei não.
– Ele está aqui em Vila Rica para tratar dos negros.
– Ié?
– É! E ele não cobra nada de nós. Além de médico, o homem
também faz feitiço. Ele tá acostumado receitar
sangue de dragão, leite de
cachorra preta, leite de mulher parida de menina muié, defumação com dente de

caveira, ovo de coruja mal cozido, coração de corvo em pó, água de sepultura…
– Eca, Chicôo! Que porcaria toda é essa? Quem é o doido que vai beber água de sepultura?
– Ué, quem quer sarar bebe qualquer coisa, Calú.
– Mas isso vai sarar alguém, Chicôo? Tenha a santa paciência!
– Tá acreditando não, né? Conhece Quirino Coité?
– Lá de Santa Efigênia?
– O próprio. Ele tava com asma. O bicho vivia sem fôlego e sem trabalhar direito.
Aí, todo dia o feitor moía o bicho no pau.

– Coitado.
– Pois então, levaram ele no doutor Luiz Gomes e sabe o que ele receitou?
– Não faço idéia.
– Ele mandou o Quirino pegar dois gatinhos acabados de nascer, enfiá–los vivos numa
panela nova de
barro e depois colocar no forno para secarem. Depois de um tempo
no forno, os gatinhos viraram pó e foi esse pó que curou o homem.

– Ave Maria, Chicôo! Eu é que não vou nesse doutor.
– Ih, deixa de ser medroso, Calú. Depois de cheirar esse pó-de-gato o
Quirino ficou com fôlego de menino novo.
– Tá bom, tá bom. Eu vou. Com essa dor de dente não dá nem para ter
medo…
– Olha, ele mora naquele casarão rosa, ali na rua Direita. Depois cê
volta aqui para me contar se sarou ou não sarou desse dente.

Passados dois dias…

– Chicôo! Ô, Chicôo…
– Que é, menino, o que foi dessa vez?
– Chicôo, tô que não me aguento, Chicôo…
– Mas é aquele maldito dente ainda, Calú? Não te mandei ir no doutor Luiz Gomes Ferreira?
– E eu fui, Chicôo.
– O que ele receitou para ocê?
– Ele pediu para que eu arrancasse um dente de cachorro vivo, fazer um colar e
não tirar do pescoço nunca mais…

– E você fez o que ele pediu?
– Fiz. Sabe aquele cachorrão preto do Libório Perneta, que mora ali perto da
igreja de São Francisco?

– Sei. Um bichão enorme, da boca comprida…
– Ele mesmo. Ó, olha o dentão do bicho aqui no colar, ó! Tem até um restinho de sangue, ó…
– Então, você tirou o dente do cachorro, amarrou no pescoço e o seu dente
ainda continua doendo, Calú?

– O dente não tá doendo mais não, Chicôo… passou rapidinho.
– Mas então porque cê ainda tá nesse ai, ai, ai, homem?
– É que quando eu fui tirar o dente do bicho ele me mordeu bem aqui na…
– Nossa senhora, Calú! Você é um asno mesmo! Não podia ter arranjado um cachorro menor não?
– – Ai, Chiocôo, tá doendo demais… Chicôooo…



Doctor of the Slaves

– Chicôo! Oh, Chicôo…
– What is it boy? Are you crazy? If the master catches you here talking to me, he'll…
– Chicôo, I can't handle it anymore, Chicôo…
– What's the matter?
– My tooth, Chicôo. It's aching way too much, boy…
– Even now, it's still hurting, Calú!?
– Is there ever a time when something this painful doesn't hurt? Is there?
– Ah! Let me have a look? Come to the light where I can see it better, come…
– What do you see, Chicôo?
– Your tooth looks fine. It is as white as white can be!
– But then why is it hurting so bad, Chicôo?
– I have no clue, don't forget that I am a slave, not a doctor?
– Ah, Chicôo, but this darn thing won't not stop aching…
– Why don't you go to the doctor Luiz Gomes Ferreira?
– Who?
– Doctor Luiz Gomes. You know him, don't you?
– No, I don't.
– He live's here in Vila Rica, and takes care of us slaves.
– Yeah?
– Yes! And he does not charge us anything at all. And besides being a doctor, the
man also works in witchcraft. He has been known to prescribe all kinds of things, the
blood of a dragon, milk of a black dog, milk of a woman who has just had a baby girl,
smoked caveira's tooth, egg of a barely cooked owl, a powdered crow's heart,…
– Yuck, Chicôo! That's disgusting? Who is crazy enough to eat powdered crow heart?
– Well, someone who wants to be healed would eat anything, Calú.
– But is it really going to heal anyone Chicôo? Have mercy!
– You don't believe me, do you? Do you know Quirino Coité?
– From Santa Efigenia?
– Exactly. He had Asthma. He was constantly out of breath and wasn't able to
work right. So, everyday, the master would hurt him really bad with wooden stick.
– Poor thing!
– Anyway, they took him to the doctor Luiz Gomes and do you know what he prescribed?
– I have no idea.
– He told Quirino to catch two newly born kittens, put them in a new clay pan,
while still alive and stick them in the oven, until they dried out.
After a while in the oven,
the kittens turned to dust and that's the dust that cured the man.
– Virgin Mary, Chicôo! I am not going to this doctor.
– Hey, don't be such a chicken, Calú. After one whiff of this cat dust, and that
Quirino was breathing like a new boy.
– Well, alright. I´ll go. With this tooth ache I can't afford to be afraid…
– Look here, the doctor lives in that large, pink house, there on Rua das Flores.
Later on, you come here and tell me if your tooth is healed or not.

2 days later…

– Chicôo! Ô, Chicôo…
– What is it boy, what is it this time?
– Chicôo, I can't handle it anymore, Chicôo…
– But is it still the same cursed tooth Calú? Didn't I tell you to go to the doctor Luiz Gomes Ferreira?
– And I went Chicôo.
– What did he prescribe?
– He asked me to pull out the tooth of a living dog, string it on a necklace and not to take it off my neck…
– And did you do as he asked?
– I did. You know that black dog from Libório Perneta, the one who lives near the church of San Francisco?
– I know the one. An enormous animal with a huge mouth…
– Exactly. Just take a look at the large tooth here on my necklace! It still has a little bit of blood on it.
– Then, you took the tooth off the dog, placed it on your neck and your tooth still hurts, Calú?
– The tooth doesn't ache anymore, Chicôo… that went away really fast.
– Then why are you moaning and groaning like this, man?
– It's because when I was taking the tooth from that dog, he bit me right in the…
– My God, Calú! You really are dumb! Couldn't you find a smaller dog?
– Ah, Chicôo, it hurts a lot… Chicôooo…

Friday, April 24, 2009

Stripolis




Recebi aqui em casa o livro Stripolis.
O livro é o resultado de uma mostra de comics na Sérbia com exposições, oficinas e palestras. O evento e o livro foram organizados por Branko Djukic. O livro ficou maravilhoso e muito bem impresso. Ah... o Mozart Couto também participa com uma bela história O curioso é o meu nome na língua sérbia. Realmente incrível.

J'ai reçu ici à la maison le livre Stripolis. Le livre est le résultat d'un échantillon de BD en Serbie avec des expositions, ateliers et conférences. L'événement et le livre ont été organisés par Branko Djukic. Le livre a été merveilleux et très bien imprimer. Ah... le Mozart Couto aussi participe avec une belle histoire. Le curieux est mon nom dans la langue serbe. Réellement incroyable.

I received here in house the Stripolis book. The book is the result of a sample of comics in the Serbia with expositions and workshops. The event and the book had been organized by Branko Djukic. The book was wonderful and very well printed matter. Ahh.. Mozart Couto also participates with the beautiful history. The curious is my name in the Serbian language. Really incredible.

http://www.flickr.com/photos/grandguignol/3453842404/


Wednesday, April 15, 2009

Tempo livre








Escrevo uma nova história. Estou na página 35. Não me sobra muito tempo para meus projetos pessoais. Mas um dia desses acabo o roteiro e começo a esboçar as páginas. Aqui mostro alguns esboços dos personagens e cenas soltas.

J'écris une nouvelle histoire. Je suis dans la page 35. Non m'excédent beaucoup de temps pour mes projets personnels. Mais un jour de celui-là je finis le manuscrit et le commencement la decoupage. Ici je montre à quelques croquis des personnages et scènes déliées.

I write a new history. I am in page 35. Not me surplus much time for my personal projects. But one day of these I finish the script and start to sketch the pages. Here I show to some sketches of the personages and untied scenes.

Saturday, April 04, 2009

O mercador







Essa semana chegou mais um livro em minha caixa postal: "O mercador de coisa nenhuma", da editora Paulinas. Aqui mostro algumas imagens.

Cette semaine est arrivée plus un livre dans ma boîte postale : "Le négociant de chose personne", de la maison d'édition Paulinas. Ici je montre quelques images.

This week arrived plus a book in my post office box: "The merchant of thing none", the Paulinas publishing. Here I show some images.

Friday, April 03, 2009

Andrea Camilleri



Acabei de ilustrar mais um livro: O Ano novo de Montalbano, do genial Andrea Camilleri para a coleção Negra da Record. A capa é em aquarela mas o interior do livro é em preto e branco. Para isso usei essa caneta de ponta estragada que um amigo me emprestou. Acho que não vou devolver a caneta.

J'ai fini d'illustrer plus un livre: l'Année nouvelle de Montalbano, du brillant Andrea Camilleri pour la collection Noire du editions Record. La coverture est dans aquarelle mais l'intérieur du livre est dans noir et blanc. Pour cela j'utilise ce stylo à bille de bout gâché que un ami me a prêté. Je trouve que je ne vais pas retourner le stylo à mon ami.

I finished to illustrate plus a book, the new Year of Montalbano, it brilliant Andrea Camilleri for the Black collection of the Record publishing . The cover is in watercolor but the interior of the book is in white and black color. For this I used this penxs of deteriorated tip that a friend loaned to me. Sorry my friend, but I do not go to return the penxs.

Friday, March 20, 2009

Famiglia Mancini



Carte postale pour la pizzeria 34 de Walter Mancini de São Paulo
Postal card for pizzaria 34 of Walter Mancini from São Paulo

Olha, se tem um lugar legal para ir em São Paulo esse lugar é a rua Avanhandava. É lá que ficam as casas do Walter Mancini. Recentemente ele me chamou para fazer os cartões postais de lá. E o melhor de tudo isso é a simplicidade dele. O cara, como dizemos aqui em minas, é gente fina.
A primeira imagem, uma panorâmica da rua, com todos os estabelecimentos (cantina, pizzaria, bar, livraria/loja de arte, restaurante e lanchonete é o cartão postal de natal que vai circular em todas as casas no período natalino. Funciona assim: o cliente chega para para jantar e os cartões ficam sobre a mesa. Aí é só escrever para quem a gente gosta e colocar numa caixa de correios que fica dentro de cada estabelecimento. O Walter se encarrega de recolhê-los e postá-los.
A segunda imagem é o interior da Pizzaria 34. Fiquei de queixo caído quando entrei lá. Ele vai achando objetos aqui e no exterior e vai compondo a decoração. Um exemplo disso são os cavalinhos de carrocel e as fontes que ele compra, reforma e instala na rua. O lugar realmente pede aquarelas pela riqueza de detalhes.

Wednesday, March 11, 2009

Bartolomeu Campos de Queirós


Acabei de receber os exemplares de O Ovo e o anjo, livro do Bartolomeu Campos de Queirós que tive a honra de ilustrar para a Global Editora. Essa aí é a capa. Postei algumas imagens internas aqui mesmo nesse blog no mês de dezembro. O livro já está nas melhores casas do ramo.

Friday, February 27, 2009